Banner image

Afinal, como fazer a gestão de equipe de TI? Descubra!

27 de setembro de 2019
Por Luis Garcia

Um dos fatores decisivos para o sucesso de um projeto é uma boa gestão de equipe de TI. No setor de suporte, durante muito tempo, o foco era apenas a parte técnica. Com a transformação digital e o novo papel que a tecnologia da informação ganhou dentro das empresas, saber gerir os profissionais pode ser o diferencial entre manter ou não a produtividade da empresa.

Quando o gestor faz uma boa gestão de equipe de TI, promovendo uma boa comunicação entre os membros, fica mais fácil cumprir os prazos, manter a disponibilidade da infraestrutura de TI dos clientes e aumentar a motivação dos profissionais. Além disso, o fornecedor de suporte, aliando uma boa gestão à utilização de um software de gestão, pode ampliar sua atuação sem sobrecarregar os profissionais.

Quer saber como é possível fazer uma boa gestão de equipe de TI? Então, veja as nossas dicas para começar a implementar esse processo em sua empresa. Confira!

Aprimore a comunicação

Não é possível fazer uma boa gestão de equipe de TI sem uma boa comunicação, pois o alinhamento estratégico parte desse ponto. Em um trabalho em equipe é importante que um profissional consiga continuar o trabalho de outro quando necessário.

Quando falamos de atendimento de suporte, isso requer um bom sistema de gestão, com gerenciamento de chamados e atendimento omnichannel. Além disso, o gestor deve fazer reuniões de alinhamento estratégico, com avaliação de relatórios e transparência de ideias, para que toda a equipe esteja engajada em um mesmo propósito.

Organize os processos internos

Não dá pra fazer uma boa gestão de equipe em um ambiente desorganizado ou instável  seja desordem física, seja bagunça de ideias. Quando falamos em projetos, é necessário que todos saibam o próximo passo a ser seguido ou o estágio em que o projeto se encontra, para que não haja um desalinhamento.

No setor de suporte, desorganização leva a extravio de chamados, queda na disponibilidade do cliente e, por consequência, da produtividade. Além disso, a falta de organização pode levar ao aumento no número de falhas de segurança, por falta de atualizações e backups.

Novamente, recomendamos um sistema de gestão  com um banco de dados centralizado — para organizar todos os chamados, além da automação de alguns processos. Monitore sempre o trabalho da equipe, observando se ele ocorre de forma fluida, ou seja, se está seguindo uma lógica. O objetivo principal deve ser sempre reduzir os gargalos e a necessidade de retrabalhos.

Alinhe os objetivos

Depois de melhorar a comunicação e organizar os processos, é importante que os objetivos do setor sejam alinhados dentro da equipe, para que as metas sejam alcançadas.

Para isso, é importante que o gestor deixe claro, quais são os escopos dos projetos que estão em andamento, além de organizar todas as etapas, para que os profissionais consigam entender a importância do que está sendo desenvolvido. Um bom gestor de equipe conseguirá disponibilizar essas informações de forma que elas cheguem sempre no momento certo.

Atente aos prazos

O cumprimento de prazos é uma etapa fundamental para a gestão de equipe de TI e é um dos mais críticos, principalmente quando o assunto é suporte. É importante que os contratos sejam feitos dentro da realidade da empresa e da capacidade produtiva da equipe — a inclusão de softwares de gestão aumenta a capacidade produtiva.

A gestão de equipe deve ser feita pensando sempre no cumprimento desses prazos, dentro do que foi acordado, para que o negócio dos clientes não perca produtividade.

O gestor de equipe deve ter o conhecimento suficiente para delegar as tarefas, dimensionando a capacidade de cada profissional arcar com os seus prazos  de forma individual ou coletiva. Além disso, o monitoramento deve ser constante para que, caso haja uma necessidade de mudança, ela seja feita antes que o tempo fique escasso.

Mantenha a equipe motivada

Em um trabalho técnico e muita das vezes repetitivo cabe ao gestor controlar o nível de motivação entre os membros da equipe. Para isso, é responsabilidade da empresa promover ações motivacionais, premiar o trabalho bem-feito, apontar os erros de forma profissional e não abusiva e manter um ambiente cordial.

Por mais que alguns gestores entendam que um ambiente competitivo, com rivalidade entre os profissionais, promove o aumento de produtividade, a longo prazo, isso pode acirrar os ânimos, provocar a desmotivação de alguns profissionais e prejudicar o trabalho em equipe.

A competitividade deve ser estimulada de forma positiva, com recompensa para os profissionais que atingirem as metas combinadas, sem acirrar os ânimos.

Use a tecnologia a seu favor

A transformação digital exige dos profissionais de TI um trabalho cada vez mais proativo, com foco em monitoramento e automação. Para que a sua equipe consiga atingir esse patamar, ela deverá contar com as melhores ferramentas.

Os profissionais de suporte devem contar com um sistema de help desk, que permita o gerenciamento de tickets. Os chamados poderão se organizados por ordem de urgência, para que não haja gargalos e o cliente mantenha a sua infraestrutura funcional.

Seja um líder

Ao contrário do que muita gente pensa, ser chefe não significa apenas delegar funções, apontar erros e criticar o trabalho da equipe. É necessário que o gestor seja um líder, ou seja, o “cabeça” da equipe, disponível para resolver os problemas mais complexos, incentivando os colaboradores e demonstrando confiança na equipe.

O líder deve ser respeitado e não temido ou odiado , conseguindo manter um ambiente produtivo e harmônico. Não é fácil e nem rápido, mas é o caminho para quem quer ter um setor de TI de excelência.

Como vimos, uma boa gestão de equipe de TI deriva basicamente de organização, boa seleção de profissionais, postura de líder e uso da tecnologia. Para que tudo seja bem estruturado, é interessante que a empresa adote uma metodologia de governança, como o COBIT, que entrega parâmetros sólidos para que a gestão siga uma modelo de fácil mensuração.

Se você gostou das dicas, confira mais um de nossos posts COBIT: o que é e como ele pode melhorar a gestão de TI? — e continue aprendendo!