Você sabe o que é a gestão de TI recorrente?

Em um mundo onde a tecnologia faz parte do dia a dia da maioria das empresas, é muito difícil imaginar qualquer tipo de negócio que não necessite utilizar soluções de software ou hardware para se desenvolver. E uma gestão de TI recorrente deve ser implantada para o melhor desempenho de seus recursos tecnológicos.

Você não sabe o que é uma gestão de TI recorrente? Não se preocupe, nas próximas linhas deste post nós vamos mostrar para você quais são os pontos que marcam essa abordagem e suas vantagens para as empresas. Continue conosco e boa leitura!

Gestão de TI recorrente

A grande quantidade de recursos tecnológicos presentes na maioria das empresas necessita de uma gestão recorrente, que monitora frequentemente todos os ativos de tecnologia.

Nesse tipo de gerenciamento, o ponto principal é a visão macro sobre todos os recursos que são revisados constantemente na busca por falhas ou pontos de melhoria.

Da mesma forma, são empregados esforços na busca por inovações tecnológicas para manter a empresa na vanguarda, obtendo os melhores resultados possíveis com o emprego da TI.

Importância

Com a popularização da tecnologia, manter-se atualizado acerca das inovações tecnológicas e as melhores ferramentas disponíveis no mercado para gestão de recursos é indispensável.

Por isso, uma gestão recorrente de tecnologia da informação contribui para a visualização de oportunidades de melhoria e a evolução dos serviços internos e externos da empresa.

Muitos clientes consideram o respaldo tecnológico da empresa no momento em que decidem por fazer negócios com ela, o que pode se tornar um diferencial no atual mercado de alta concorrência.

Vantagens

Ao optar por uma gestão baseada no constante monitoramento e inovação, a empresa poderá obter uma série de benefícios. Entre os principais pontos alcançados, estão:

Redução de custos

A implantação de uma gestão recorrente de TI permite ao gestor uma visão constante dos resultados obtidos pela equipe de tecnologia e as soluções empregadas, visualizando gargalos que podem causar custos extras.

Em um primeiro momento, a busca por novas tecnologias pode parecer ao gestor um desperdício de recursos financeiros, porém, a eficiência conquistada acaba por aumentar a produtividade da equipe e diminuir os custos.

Facilitação na implantação de tecnologia

A visão geral do andamento dos recursos de TI e da atual situação do setor permite ao gerente analisar o melhor momento para a introdução de novas tecnologias, bem como a escolha das ferramentas que melhor se encaixam em suas demandas.

Uma gestão de tecnologia da informação eficiente facilita a verificação do andamento da implantação e o gerenciamento dos projetos, que podem ser entregues muito mais rápido.

Melhora na eficiência

Visualizar qualquer falha, corrigindo rapidamente para um bom andamento dos recursos de TI, é uma das marcas da gestão de tecnologia da informação recorrente e é por meio dela que se melhora a eficiência do setor.

A implantação de tecnologias de ponta e a busca por melhoria contínua são outros pontos da gestão recorrente que contribuem significativamente para aumentar a eficiência de sua equipe de TI.

Aumento do foco no negócio

Ao implantar e gerenciar de forma recorrente recursos avançados de tecnologia da informação, os problemas internos do setor serão diminuídos, otimizando o tempo dos colaboradores da TI.

Sendo assim, os profissionais de tecnologia poderão se dedicar mais ao negócio e à resolução de demandas da empresa em relação à melhoria de seus serviços para o cliente.

Aplicação

Aplicar uma gestão de TI recorrente não é uma tarefa difícil, porém demanda planejamento e a observação de alguns fatores que podem ser de grande valia para o gerenciamento.

Crie indicadores

Para realizar um monitoramento eficaz, é preciso definir bem o que tem de ser monitorado. Em um primeiro instante, é necessário criar métricas e indicadores que serão acompanhados, além do modo como os dados serão coletados.

Entre alguns indicadores comuns aos times de TI, podemos destacar o tempo de resposta aos chamados e o número de chamados resolvidos. Já para recursos, existem tráfego de rede, pico de acessos, nível de processamento e muitos outros. Tudo vai depender da sua infraestrutura de TI e quais os recursos de que você dispõe.

Estabeleça metas

Após a criação de seus indicadores e métricas, é hora de estabelecer metas a serem alcançadas. É por meio desses objetivos que o gestor poderá verificar se são necessários realizar ajustes na infraestrutura de TI.

É interessante realizar algumas coletas de dados em um primeiro momento, para verificar a atual situação da empresa, e só depois planejar quais são as metas e como poderão ser alcançadas.

Treine a sua equipe

Uma equipe bem desenvolvida e capacitada faz parte de uma plano de gestão de sucesso. A implantação de inovação constante na empresa pode dificultar a adaptação de alguns profissionais e, por isso, a importância da capacitação.

Profissionais bem treinados ficam motivados e podem lidar com adversidades mais facilmente, diminuindo falhas decorrentes de tarefas repetitivas e melhorando o desempenho geral da equipe de TI.

Adote sistemas inteligentes

Um dos pontos mais importantes para o sucesso de uma gestão de TI recorrente é o uso das ferramentas certas para realizar o controle dos processos e recursos de tecnologia.

A informação acerca de tudo o que ocorre na infraestrutura de TI é a chave para que o gerenciamento dos recursos possa atender ao seu objetivo, por isso, utilizar softwares de gestão é a solução para coletar e verificar dados rapidamente.

A utilização de um sistema de help desk também é um diferencial para a empresa, que poderá lidar com os chamados internos facilmente e verificar a qualquer instante o andamento das demandas da equipe de TI.

A gestão de TI recorrente pode auxiliar o gestor a controlar melhor todos os seus recursos de tecnologia, aprimorando seus processos e buscando a eficiência e otimização. Por meio dela, é possível ter uma visão geral do setor de TI, seus resultados e necessidades, servindo como base, inclusive, para pedir investimentos para a diretoria.

Gostou deste conteúdo? Continue sintonizado conosco nas redes sociais e não perca uma publicação! Siga-nos no Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter e YouTube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *