Você sabe como ter uma equipe de TI proativa ? Entenda aqui!

Empresas que contam com uma equipe de TI proativa podem ser muito mais competitivas no mercado em que atuam. Além de não sofrerem com um parque tecnológico mal administrado, ainda podem envolver seus especialistas do setor de Tecnologia da Informação em tomadas de decisão estratégicas.

Em outras palavras, processos operacionais de pouca complexidade e até a recorrência de chamados básicos dos usuários no Help Desk deixam de subutilizar o potencial dos especialistas de TI — não porque serão deixados de lado, mas porque receberão tratativas eficientes de ferramentas de automação e correções prévias que impedirão que esse tipo de situação aconteça.

Quer saber quais benefícios sua empresa pode colher ao adotar essa estratégia de proatividade? E algumas dicas para sua correta implantação? Falamos sobre tudo isso neste post. Confira!

Benefícios de ter uma equipe de TI proativa

Ter uma equipe proativa no TI está diretamente ligado aos métodos e ferramentas utilizadas para a gestão do setor. Então, entre os seus principais benefícios, podemos apontar os elencados abaixo.

Agilidade na detecção de problemas

Com uma atuação proativa, rotinas de verificação da infraestrutura podem apontar eventos e falhas de forma antecipada. Além de impedir que evoluam, a identificação antecipada do problema permite que a equipe de TI estude a melhor maneira de corrigi-los sem grandes impactos para a organização.

Aumento da qualidade dos serviços

Identificar e corrigir falhas de forma ágil naturalmente aumenta a qualidade dos serviços prestados. Mas, além disso, o estudo das possibilidades de correção, que neste modelo é feito com muito mais tranquilidade, permite encontrar a solução mais adequada para a situação.

Atuar de forma proativa garante rapidez na resolução, o que mantém o parque tecnológico da empresa em funcionamento mais rápido, gerando ainda mais qualidade nos serviços prestados.

Otimização da produtividade do setor

Rotinas proativas garantem que a equipe não tenha que, no último momento, decidir por qual tarefa cada um ficará como responsável oficial. Sem um direcionamento definido, podem haver atrasos para a atuação por insegurança ou falha na distribuição de atividades.

Enquanto dois especialistas podem ter sido deslocados para a resolução de um mesmo chamado de baixa complexidade, outro problema maior pode estar impactando o negócio sem alguém para tratá-lo.

Com uma equipe de TI proativa, que realiza monitoramentos regulares, a distribuição e alocação dos especialistas podem ser muito mais eficientes.

Redução de custos operacionais de toda a empresa

A proatividade da equipe pode resolver problemas que afetariam a operação da empresa muito mais rapidamente, minimizando o impacto na inoperância nos resultados do negócio.

Fazer estudos prévios das necessidades também permite criar um planejamento de como atuar para solucioná-los, considerando as melhores ferramentas e especialistas para tratar do assunto.

Melhor aproveitamento do tempo

Equipes também terão melhor aproveitamento de seu tempo de trabalho. Problemas de menor complexidade ou processos burocráticos podem ser automatizados, por exemplo. E aquilo que realmente depender da atuação de especialistas será resolvido tranquilamente, sem ações reativas e tumultuadas.

Dessa forma, se a empresa tiver pretensões de expandir seu mercado ou abrir uma nova filial, também poderão envolver os gestores de TI, que darão uma perspectiva muito mais concreta das possibilidades.

Se a área comercial de um negócio estiver com planos para uma grande promoção no e-commerce, por exemplo, um estudo prévio sobre a capacidade dos servidores e processadores pode validar ou não a ideia de expansão.

Dicas para implantar esse modelo de atuação

Entendendo tais objetivos e considerando como poderiam melhorar os resultados de uma empresa, o questionamento seguinte é como implantar o modelo com sucesso. Aqui vão algumas dicas.

Amplie a visão do gestor de TI

Para adotar um modelo de proatividade e fazer com que a equipe atue dessa maneira, o gestor de TI precisa ter uma visão completa de seu setor. Isso inclui não somente informações sobre sua infraestrutura, mas quem são os membros do seu time e quais são suas especialidades, bem como os processos internos envolvidos.

Essa visão ampliada permitirá que ele administre e delegue corretamente as responsabilidades do setor.

Trabalhe no formato de prevenção de riscos, falhas e dúvidas dos usuários

Atuar preventivamente garante que a equipe evite falhas, dúvidas e riscos a operação do setor. Se a capacidade de um servidor está chegando ao limite de segurança, por exemplo, a monitoria preventiva pode identificar tal ocorrência e permitir que a gestão de TI atue para sua expansão antes de um colapso.

Se uma nova atualização de um software pode gerar dúvidas aos seus usuários, a equipe de TI deve elaborar treinamentos e orientações prévias antes que a situação confronte a rotina do setor envolvido.

Monitore os indicadores de performance do setor

Indicadores de performance devem ser devidamente escolhidos para dar apoio à gestão dos serviços. Monitorá-los, portanto, é uma forma de otimizar a administração da infraestrutura e permitir a execução de ações preventivas.

Prepare sua equipe para imprevistos

A proatividade garante que a equipe tenha muito mais controle das atividades e situações da infraestrutura. Esse ponto positivo, no entanto, pode fazer com que alguns especialistas não saibam o que fazer em imprevistos.

Da mesma forma que a equipe de TI tem sintonia para solucionar preventivamente os problemas identificados, também deve estar preparada para resolver ocorrências inesperadas.

Processos bem definidos, atribuições de responsabilidades, meios de avaliar qual a melhor solução, execução e monitoramento, por exemplo, podem ser úteis na preparação do time.

Utilize um sistema de gestão de TI completo

Sem um sistema de gestão de TI completo, ou seja, que permita a administração do Help Desk e do inventário de TI de forma unificada, relatórios de apoio e construção do histórico de resoluções podem comprometer o sucesso da equipe.

Por isso, adotar um sistema com funcionalidades que garantam uma boa experiência para o cliente e ferramentas estratégicas para a empresa é primordial para conseguir atuar de forma proativa.

Mantenha um bom ritmo para a capacitação da equipe

Por fim, criar um calendário de treinamentos e capacitações para a equipe de TI contribui para que ela esteja sempre pronta para oferecer as melhores soluções e análises para as ocorrências da empresa.

Para concluir, para que uma equipe de TI proativa possa oferecer seus benefícios à toda a empresa e seus usuários, a escolha das ferramentas e soluções de apoio certas pode ser determinante. É o caso do cloud compunting, por exemplo.

Adotar a computação na nuvem não é só uma tendência no mercado, mas uma realidade que em pouco tempo dominará os processos das organizações.

Quer saber como usar a computação na nuvem? Leia agora o post como otimizar os processos diários da empresa com o cloud computing e saiba mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *