Veja como a gestão de TI proativa pode melhorar o seu negócio

O bom funcionamento da infraestrutura da TI é fundamental para a saúde financeira do negócio. Afinal, constantes falhas no sistema e na estrutura do setor influenciam diretamente no desempenho dos colaboradores e na produtividade de toda a organização. Dentro desse contexto, é possível identificar a importância de uma gestão de TI proativa para evitar desperdício de recursos na empresa.

Pensando na importância da boa administração do setor de Tecnologia para a manutenção da qualidade dos serviços, elencamos alguns esclarecimentos sobre a gestão de TI proativa e por que ela é melhor em relação ao gerenciamento reativo para atender as demandas da instituição. Não deixe de conferir!

O que difere a gestão de TI proativa da reativa?

gerenciamento de TI reativo é aquele que busca resolver problemas conforme eles surgem no dia a dia, ou seja, como resposta a falhas já existentes na estrutura do setor. Nesse contexto, a gerência fundamenta-se em políticas de reparação e procura resolver vulnerabilidades quando essas, comprovadamente, já oferecem danos ao bom desempenho da área.

A grande questão, no entanto, que torna essa lógica de trabalho falha, é a posterioridade da resolução do problema. A solução buscada, ainda que efetiva, não minimiza os danos que o incidente já causou. Isso viabiliza a queda nos índices de qualidade e acarreta prejuízos ao bom funcionamento da corporação no mercado.

A gestão de TI proativa, por outro lado, busca minimizar prejuízos causados devido à má qualidade dos equipamentos ou a falhas que a infraestrutura possa vir a ter. Desse modo, o investimento em sistemas e ferramentas que auxiliem na prevenção torna-se prioridade na gestão do departamento. Essas medidas de precaução, sem dúvidas, garantem resultados mais efetivos e a eficiência do setor.

Por que a TI proativa atende melhor as demandas?

Conheça os fatores que qualificam o atendimento da TI proativa.

Requer menor gasto com tecnologia

Uma das maiores vantagens da cultura proativa é a possibilidade de redução dos custos com tecnologia. Isso porque, ao antecipar problemas tecnológicos, o gestor poderá, também, prever possíveis manutenções a serem feitas para o bom funcionamento da estrutura. Além disso, será possível solucionar questões com maior agilidade, evitando falhas que provocam grandes danos ao empreendimento.

Otimiza tempo dos funcionários

A redução de incidentes também permite que os funcionários otimizem o tempo de trabalho, uma vez que não será necessário parar a rotina para resolver problemas técnicos. Dessa forma, o dia a dia no setor se torna mais fluido e não é preciso deixar tarefas importantes de lado para solucionar questões com equipamentos que, em tese, deveriam funcionar adequadamente.

Evita prejuízos

Os gastos com incidentes na infraestrutura tecnológica podem ocorrer direta ou indiretamente. Isso porque, além dos prejuízos com manutenção do equipamento, há a perda da produtividade da equipe, que também representa custo às empresas. Em uma gestão proativa, entretanto, é possível evitar que esses problemas surjam e, assim, poder contar com o bom desempenho dos colaboradores em toda a cadeia produtiva.

Reduz a inatividade

Quando o setor de TI consegue evitar incidentes, tornam-se raras as ocasiões em que o sistema precisa ficar fora do ar. Dessa maneira, é possível notar redução drástica do índice de inatividade e aumento do fluxo de trabalho na equipe. Nesse contexto, o tempo é melhor aproveitado , o que facilita o cumprimento das metas estabelecidas.

Melhora a qualidade dos serviços prestados

O monitoramento proativo também permite que as empresas aumentem a qualidade na prestação de serviços. Ao reduzir o tempo dos colaboradores com a resolução de problemas técnicos no setor de TI,  permite-se que eles direcionem o foco de suas atividades para o sucesso do cliente, melhorando a comunicação com o consumidor e garantindo que o usuário tenha uma boa experiência.

Permite a correção de problemas com agilidade

O investimento em gestão de TI proativa possibilita que pequenos incidentes sejam rapidamente e facilmente resolvidos, visto que a identificação de falhas é altamente eficaz. Dessa forma, também é possível evitar danos, dispondo de menos energia e recursos até que as atividades voltem ao normal. Além de elevar a credibilidade da empresa, essas medidas revelam ao mercado a competência da equipe.

Viabiliza a agilidade da resposta ao cliente

Quando se desenvolve uma cultura proativa na empresa, é habitual ter o mapeamento de todos os problemas possíveis para a infraestrutura tecnológica. Dessa forma, sempre que há alguma reclamação por parte do cliente, é fácil a identificação de quais medidas devem ser tomadas. Essa eficiência proporciona um suporte técnico organizado e ágil e traz qualidade ao trabalho realizado pela TI.

A gestão integrada contribui para a TI proativa?

Para que os resultados da gestão proativa sejam efetivos é importante contar com um sistema integrado de gestão de TI, visto que a comunicação interna fortalecida é indispensável para que haja contribuição mútua pela equipe para a solução de falhas e, portanto, para a eficiente operacionalidade do setor.

Todos os profissionais, nesse contexto, devem estar engajados para atender as necessidades do usuário e, por meio de ferramentas tecnológicas, comunicar ao gestor responsável sempre que notarem determinada falha no sistema.

Além de investir em competências comportamentais do colaborador, oferecendo treinamentos para que ele seja comunicativo e assuma responsabilidades dentro dessa lógica de trabalho, é importante apostar em automatização e sistemas notificação.

Help Desk, Central de Chamados e softwares de gerenciamento de tarefas são algumas das ferramentas que podem ser utilizadas pelo grupo para oferecer um bom atendimento das demandas e garantir a eficiência do departamento por meio da integração.

Para que a empresa alcance seus objetivos e se desenvolva no mercado, é fundamental uma gestão eficaz do setor de Tecnologia da Informação. Afinal, falhas técnicas atrapalham a produtividade da equipe e geram prejuízo aos usuários. Entretanto, a implementação de uma cultura de TI proativa deve acompanhar as necessidades de cada organização, de modo que, na medida certa, traga resultados efetivos e coerentes com os investimentos realizados para esse projeto.

E então? Gostou do nosso artigo? Para saber mais sobre gestão em TI, acesse o site da Milvus e fique por dentro de todas as novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *