Treinamento corporativo: porque ele é importante para o sucesso da empresa

Todo gestor deseja ter uma equipe capacitada e engajada na missão do negócio. No entanto, não dá para esperar que os próprios colaboradores sejam assim da noite para o dia. É de suma importância que a empresa invista em treinamento corporativo.

Os programas de aprimoramento interno oferecem meios para os funcionários melhorarem suas habilidades e desenvolverem novas competências. Ficou interessado? Continue a leitura e veja como implantar os treinamentos dentro da sua empresa.

Entenda a importância do treinamento corporativo

A realidade é que o mercado de trabalho mudou. Se antes existia a ideia de que os funcionários ficavam por anos em uma mesma empresa, hoje os profissionais vão sempre atrás das melhores oportunidades. Isso porque, com o aumento da competição entre eles, as mudanças ocorrem em uma velocidade muito maior.

Assim, as empresas precisam fazer muito mais do que oferecer os benefícios tradicionais (como plano de saúde e seguro de vida) para reter talentos. De fato, os bons profissionais podem receber ofertas muito melhores a qualquer momento.

É neste contexto que os treinamentos corporativos se tornam fundamentais. Eles promovem o aperfeiçoamento dos colaboradores dentro da empresa, independentemente da área de atuação de cada um. É uma maneira das pessoas se atualizarem, reciclarem conhecimentos ou aprenderem algo novo, em conformidade com os interesses da própria organização.

Dessa forma, os colaboradores podem melhorar o desempenho e a produtividade, aplicando os novos conhecimentos no dia a dia da empresa. Além disso, eles se sentem bem mais motivados e engajados no negócio, com a sensação de que são reconhecidos, valorizados e que realmente pertencem ao lugar.

Conheça os principais tipos de treinamento e veja como implantá-los

Afinal, como criar um treinamento corporativo eficaz? Pois bem, na maioria das empresas, esse tipo de programa é conduzido pela área de Recursos Humanos em conjunto com outros gestores. Veja adiante os principais treinamentos e como implantá-los no seu negócio.

Coaching executivo

É um programa de treinamento de líderes, no qual se aperfeiçoa e desenvolve habilidades voltadas para a gestão de pessoas. É importante para ajudar a solucionar conflitos, a identificar potenciais e valorizar as lideranças. Pode ser feito por meio de seminários, reuniões em grupo e até de forma individual, por profissionais de RH especializados em coaching.

Mentoring

Já é um treinamento bem aceito em diversas corporações. Nele, uma pessoa mais experiente dentro da empresa assume a responsabilidade de treinar os mais novos (em grupo ou individualmente), oferecendo insights sobre o negócio, o mercado e formas de desenvolvimento pessoal.

Uma grande vantagem é ser adaptável a todos os tipos de empresas e culturas organizacionais. Também não é necessária nenhuma estrutura ou investimento adicional.

Gamificação

Nada mais é do que um jogo de recompensas pelo cumprimento de metas e tarefas estabelecidas. Pode acontecer de várias formas e em diferentes níveis da organização, sendo bem divertido. Por isso, é um dos tipos de treinamento que tem ganhado mais espaço nos últimos anos. Para que seja bem sucedido, é preciso que se tenha objetivos muito claros e alinhados com o próprio planejamento da empresa.

Rodízio de funções

Já é uma prática antiga nas empresas, mas que tem tido mais espaço e bons resultados nos últimos anos. Trata-se da troca de funções entre os colaboradores, como um rodízio mesmo, em que cada um fica um período em um cargo que era ocupado por outro. Essa estratégia ajuda os profissionais a terem mais empatia e interação com os colegas, entendendo bem mais o funcionamento da empresa.

No entanto, é importante criar cronogramas e planos de carreira bem definidos para que as pessoas não se sintam desconfortáveis ou frustradas numa determinada posição.

Grupo de estudos

Os colaboradores se reúnem com seus líderes para dar e receber feedbacks, trocar informações, resolver problemas e tudo mais que for importante para melhorar a rotina e o trabalho da equipe. É uma maneira de cada um se sentir valorizado, ouvido e do próprio gestor ter um maior entendimento sobre cada situação. Não precisa de nada mais do que separar um tempo periodicamente para reunir os gestores e a equipe.

Treinamento online

Todos os tipos de treinamentos mencionados acima podem ser disponibilizados ou feitos online. No entanto, aqui nos referimos as formas mais específicas, em que se desenvolve uma ou mais habilidades que serão usadas no dia a dia do colaborador.

Assim, podem ser criados programas fixos de treinamento que apresentem novos produtos para a área comercial, soluções diferenciadas para TI, novas ferramentas de controle para o financeiro etc. Basta que se tenha alguém dentro ou fora da empresa que tenha o conhecimento e investir em alguma tecnologia de vídeo ou teleconferência.

Saiba como aumentar a qualidade dos treinamentos

Não adianta tentar implantar um treinamento se ele for mal feito ou conduzido. É fundamental que todas as ações sejam planejadas e que cada programa esteja alinhado aos objetivos da empresa. Veja algumas dicas de como criar um treinamento de qualidade:

  • conheça bem o seu público (cada cargo ou área do colaborador, profissão, idade etc);
  • defina os assuntos e habilidades que são mais importantes para a empresa;
  • estabeleça indicadores de desempenho para avaliar os resultados do treinamento;
  • analise a efetividade do programa periodicamente;
  • verifique quais áreas são mais deficientes e devem ser desenvolvidas primeiro;
  • teste os treinamentos com grupos menores antes de expandir para toda a companhia;
  • verifique antes se possui os recursos necessários e a viabilidade física;
  • incentive a participação dos colaboradores e mostre para eles a relevância do treinamento;
  • observe a aplicação das habilidades desenvolvidas nos treinamentos no dia a dia da empresa;
  • crie canais para feedbacks dos colaboradores sobre os treinamentos existentes e quais ele gostariam de participar;
  • não deixe os treinamentos pela metade: comece apenas se conseguir terminar.

Viu como o treinamento corporativo é importante? Agora é só analisar como e quando ele pode ser aplicado na sua empresa. Certamente você terá colaboradores bem mais satisfeitos e motivados a contribuírem para o sucesso do seu negócio.

Quer ver mais conteúdos relevantes para a sua empresa? Siga a Milvus no Facebook, LinkedIn, Twitter, Instagram e Youtube e veja mais posts como este!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *