Qual o impacto da transformação digital no setor de TI?

A era digital trouxe consigo mudanças em toda a lógica empresarial, inclusive relacionada à gestão e ao atendimento ao cliente. Isso, evidentemente, repercutiu no setor de TI, que passou a absorver grandes responsabilidades para que a transformação digital fosse efetiva na organização.

Para que a instituição mantivesse a sua competitividade no mercado e para que a transição tecnológica fosse sólida e segura, portanto, fez-se necessário uma reestruturação da TI quanto aos métodos de trabalho.

Pensando no grande papel assumido pelo setor para a transformação digital nas empresas, elencamos alguns esclarecimentos sobre como a área de TI pode liderar essa transição. Não deixe de conferir!

O que é transformação digital?

Antes de explicar a transformação digital aplicada à TI, vale reforçar o conceito que o termo carrega. Após o surgimento da internet e, com a ascensão das novas tecnologias, empresas passaram a enfrentar um grande desafio: muitas noções que, antes, orientavam a gestão dos negócios não mais eram viáveis na realidade.

Dessa forma, tornou-se necessário pensar sobre a transformação digital. Nesse cenário, também percebeu-se que as organizações que aderiam a esse processo conseguiam garantir melhores resultados e melhorar seu desempenho.

A mudança, entretanto, se deu na própria estrutura da instituição, uma vez que a tecnologia passou a assumir papel estratégico e central na gestão. Por esse motivo, pode-se dizer que, ainda hoje, o processo é lento, porém proveitoso economicamente.

Por outro lado, a transformação digital, por mais que seus impactos já sejam sentidos na sociedade, ainda está longe de ser a realidade das empresas brasileiras. Apenas uma em cada quatro organizações está nos níveis superiores de maturidade para realizar essa transição tecnológica.

Muitas delas, apesar de considerarem importantes as mudanças para manter a sua competitividade, ainda estão na fase de planejamento e estruturação. 

Como a rotina de TI muda com a transformação digital?

As empresas, cada vez mais entendidas quanto à importância da transformação digital, impulsionam o setor de TI a acompanhar essas novas tendências para garantir que a organização não perca em competitividade e garanta o seu espaço de preferência no mercado.

Com clientes mais exigentes e melhor informados sobre os produtos, torna-se necessário, além de aumentar a produtividade, buscar a transparência no relacionamento com o consumidor. O desafio, nesse sentido, reside em procurar maneiras de se relacionar com o novo público e oferecer serviços.

Diante desse contexto,é fundamental a busca pela otimização de processos para reduzir o tempo de trabalho e aproveitar ao máximo os recursos financeiros e humanos da instituição, por meio da adoção de novos modelos de trabalho no departamento. Esse trabalho, sem dúvidas, recai sobre o setor de TI.

Com essa exigência, portanto, a estrutura do departamento tende a mudar e readaptar a rotina dos colaboradores, uma vez que inclusive a remoção ou a adição de novos empregos será necessária para dar conta desse processo. Além disso, novas combinações de habilidades e requisitos para a admissão de funcionários serão indispensáveis.

O foco direcionado ao atendimento do consumidor, por exemplo, terá implicações diretas na forma como o colaborador atuará no dia a dia. A progressão dos computadores e tecnologias no contexto das transformações digitais, da mesma forma, mudará as relações de trabalho na área.

Por que a área de TI pode liderar a transformação digital nas empresas?

O setor de TI é um motor impulsionador da concretização da transformação digital nas empresas, visto que assume responsabilidades fundamentais para a adaptação das pessoas à tecnologia e às novas formas de lidar com ela.

Removendo equipamentos e métodos obsoletos, investindo em nova infraestrutura e se adaptando ao novo cenário para oferecer serviços à altura dos novos clientes, o setor pode ser o grande responsável por guiar a reestruturação da instituição de maneira gradual e saudável.

Para tanto, a equipe deve ter em mente que esse processo de transformação digital exigirá a presença de profissionais antenados e extremamente capacitados para contribuir na missão. A TI, nesse contexto, deverá pensar em longo prazo, reorganizando o grupo de trabalho e engajando os profissionais para que esses compreendam sua responsabilidade nos resultados e no sucesso da empresa.

Deverá o departamento, também, alinhar as soluções e estratégias para que todo o processo seja seguro e confortável para os colaboradores. Com o poder da análise de dados nas nuvens, o setor deve zelar para que a transformação seja efetiva, em especial, em relação à comunicação com o cliente. Vale lembrar que a experiência do consumidor é uma das razões da busca constante por resultados.

Como a transformação digital interfere na terceirização de TI?

No mundo corporativo, as soluções digitais encontram certas restrições e barreiras. Inserido nesse contexto, portanto, o setor de TI acaba exercendo uma função meramente operacional e secundária na transformação digital da empresa. Para que esse departamento seja protagonista no processo e possa inovar de maneira efetiva, participando ativamente da tomada de decisões, um dos caminhos a serem seguidos é a terceirização de serviços de TI.

Isso garante a sua flexibilidade de atuação, permitindo que a equipe não apenas dê suporte aos outros setores, mas tenha autonomia para adotar novos procedimentos e, assim, ganhar em produtividade e agilidade. Os benefícios são a redução de custos, a possibilidade de inovar estrategicamente e a liberdade para adaptar a equipe contando com colaboradores capacitados para o trabalho de transição.

A Milvus, nesse sentido, oferece um sistema completo e integrado que contribui para a gestão do setor, permitindo que a empresa terceirizada consiga automatizar e integrar serviços para oferecer o melhor ao cliente. Afinal, a transição da empresa terceirizadora depende de uma TI com excelente suporte tecnológico. 

A transformação digital trouxe ao mercado uma nova lógica de gerenciamento e um novo público consumidor, que exige a qualidade que a evolução tecnológica permitiu que as empresas tivessem. O setor de tecnologia da informação, por suas atribuições, é a chave para que essa transição ocorra da melhor maneira possível, garantindo a competitividade e a qualidade dos serviços da empresa.

E então? Gostou do nosso conteúdo? Para obter mais informações sobre o assunto e iniciar o processo de transformação digital pelo setor de TI, entre em contato com a nossa equipe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *