Planejamento estratégico de TI: por que e como fazer?

A área da tecnologia da informação de uma empresa tem impacto direto em seus resultados. Atualmente, muitas das companhias que estão no mercado são dependentes das novas tecnologias, buscando garantir o aumento de produtividade e a entrega otimizada de seus produtos e serviços aos clientes. Nesse cenário, ter planejamento estratégico de TI é essencial.

Ao ler este post, esperamos que você entenda melhor a definição dessa iniciativa e aprenda ações que podem ser realizadas para a criação de um planejamento estratégico efetivo para sua empresa. Vamos lá?

O planejamento estratégico de TI

Para atingir as expectativas esperadas nas mais diversas atividades é necessário um bom planejamento — e na área de tecnologia da informação não é diferente. Planejar seus esforços em TI de forma estratégica é uma maneira de garantir produtividade e eficiência nos negócios.

Nesse plano devem ser definidos os objetivos a serem alcançados, os direcionamentos e a descrição da infraestrutura de TI atual, com o intuito de analisar e entender as demandas estratégicas da empresa.

Elaborar esse tipo de planejamento será fundamental para garantir que os recursos sejam alocados adequadamente. Dessa forma, os serviços de TI estarão disponíveis pelo maior tempo possível e o setor poderá se adequar a qualquer desafio que venha a enfrentar.

A importância do planejamento de TI

No mercado de hoje — no qual a competitividade por espaço é cruel — é necessário buscar por diferenciais que são capazes de destacar o negócio das demais companhias. O uso bem planejado da tecnologia pode ser um desses diferenciais.

Um bom plano funcionará como guia para o setor de TI, norteando suas principais decisões e definindo questões como investimentos, iniciativas, rotinas, métricas e ferramentas que deverão ser utilizadas pela tecnologia da informação da empresa.

É importante manter o departamento de TI próximo de outros setores da empresa, para que ele possa entender as demais necessidades e conhecer os concorrentes, o perfil dos clientes e as tendências do mercado. O planejamento poderá ser muito mais efetivo ao levar em conta todas essas informações, gerando um verdadeiro diferencial no contexto da empresa.

Ações para um planejamento estratégico de TI

No momento da criação de um planejamento estratégico de TI, algumas ações podem ser tomadas para que uma maior eficácia do plano seja alcançada. Saiba quais são elas adiante:

Estabeleça metas

Uma das ações mais importantes na hora de criar um bom plano estratégico para o setor de TI é definir metas a serem alcançadas. Esses indicadores devem ser levados em consideração durante o ciclo de vida do planejamento, como um instrumento de controle.

Quando as metas estabelecidas não estão sendo atingidas, é porque algum dos itens não está trabalhando como deveria. Existem, então, dois possíveis cenários: a meta é realmente difícil de ser alcançada e deverá ser ajustada, ou o processo necessita de correções para atender atendê-la.

Monitore constantemente

De nada adianta criar um planejamento extremamente detalhado, que busque atender a todas as demandas do negócio e, após sua criação, ele ser mantido na gaveta. É necessário realizar um monitoramento constante de todos os processos, com o intuito de encontrar oportunidades de melhoria e ajuste, auxiliando na gestão de TI.

É por meio de uma análise que a empresa poderá verificar o cumprimento ou não das metas e objetivos traçados no planejamento e acompanhar as ações que estão sendo realizadas pela equipe de tecnologia da informação.

Realize avaliações de desempenho

Falando em análise, é necessário acompanhar de perto os resultados obtidos com as ações propostas no planejamento estratégico da tecnologia da informação. A partir do balanço dos resultados é possível verificar o que está funcionando e o que não está.

Essas avaliações podem ser realizadas periodicamente, com o auxílio de toda a equipe de TI, por meio de reuniões, nas quais cada um dos colaboradores pode informar suas opiniões sobre os resultados e propor soluções para problemas encontrados, além de replicar ações que deram certo em determinada área para as outras.

Defina o orçamento

Investimentos em tecnologia da informação são geralmente altos e, por isso, é importante realizar previamente uma definição de orçamento. Ao ter uma ideia real dos valores disponíveis para o setor, é muito mais fácil propor implantações e novas tecnologias a serem adotadas pela equipe de TI.

É claro que situações eventuais podem acontecer e o setor acabar demandando um investimento maior, em decorrência de algum problema esporádico. Mas, como tudo no planejamento pode ser adequado com o tempo, o interessante é que o setor já possa contar com uma ideia dos recursos destinados a ele.

Alinhe a estratégia

O principal objetivo do setor de TI interno de uma empresa é dar suporte técnico às atividades fins da empresa, auxiliando os outros colaboradores em suas rotinas de trabalho.

Busque conhecer as demandas dos outros departamentos e realize um alinhamento estratégico para elas. Tal iniciativa resultará em um planejamento de sucesso do setor de TI, afinal, como atender a necessidades desconhecidas?

Entenda os riscos

Um dos grandes problemas, na maioria das companhias, é não prestar atenção suficiente aos riscos existentes nas atividades de TI. Um pequeno tempo de indisponibilidade de um determinado sistema pode ocasionar um prejuízo enorme para as finanças e para a imagem de uma empresa.

Ao criar um planejamento estratégico é preciso focar na definição de riscos e garantir que o negócio estará pronto para lidar com eles. Existem situações que não podem ser previstas, isso é um fato, mas a TI da empresa deve estar pronta para todas as outras.

Publique o planejamento

O planejamento é um guia, não só para o gestor de TI e sua equipe, mas para todos os departamentos da empresa, que poderão saber exatamente onde o setor de tecnologia está trabalhando e o que esperar dele.

Mostrar aos outros colaboradores o porquê de certas demandas demorarem a ser atendidas, como o número grande de chamados, pois a equipe de suporte é pequena, pode garantir muitos aliados na hora de conseguir investimentos internos para novas tecnologias.

O planejamento estratégico de TI é parte essencial para que uma empresa possa otimizar ao máximo os seus recursos, aumentando a produtividade e extraindo melhores resultados. Você tem alguma dúvida ou conhece alguma ação que não foi citada no post? Deixe-nos um comentário!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *