Outsourcing de TI e terceirização: entenda as diferenças

No mundo empresarial diversos termos técnicos são utilizados todos os dias para determinar uma série de ações, o que pode acabar causando certa confusão na distinção entre alguns deles. Um exemplo simples é a diferença entre outsourcing de TI e terceirização.

No post de hoje vamos trazer a definição correta de cada um desses dois termos, além de mostrar as vantagens que uma empresa pode alcançar por meio da implementação de um outsourcing de TI. Continue conosco e confira!

Outsourcing de TI e terceirização

A confusão entre os dois termos vem principalmente por os dois estarem ligados ao fato de buscar repassar responsabilidades a empresas terceiras por meio da prestação de serviços.

A diferença se encontra no fato de que a terceirização trata de serviços considerados braçais, como segurança e vigilância, portaria, limpeza, entre outros onde não se exige conhecimentos técnicos específicos para conclusão dos serviços.

Já o outsourcing pode ser tratado como o uso estratégico de recursos externos para manter determinados serviços de tecnologia em funcionamento e garantindo a disponibilidade deles. Esse uso demanda equipamento, mão de obra especializada e know-how técnico na área de tecnologia da informação.

Importância do outsourcing

Com a competitividade elevada do mercado e a rápida mudança da tecnologia, manter-se atualizado acerca das melhores soluções em TI pode ser impossível para uma equipe interna, que já tem de lidar com as demandas da empresa.

Contar com o auxílio de uma equipe externa formada por profissionais especializados e com grande experiência no mercado, pode ser o diferencial para manter a empresa moderna o suficiente para competir entre as maiores e utilizando as melhores ferramentas.

Tipos de outsourcing

Existem três categorias mais utilizadas de outsourcing, listaremos cada uma delas com suas aplicações comuns:

1. Offshore outsourcing

Nesta categoria de outsourcing — mais comum em empresas dos Estados Unidos e Europa — diversos serviços, como desenvolvimento de software, suporte e manutenção, são migrados para outros países onde os custos são bem menores, como a China e a Índia.

A principal desvantagem para empresas brasileiras é a barreira da língua e o choque cultural na decisão de migrar os serviços para países onde a cultura é totalmente diferente do nosso país.

2. Nearshore outsourcing

Aqui os serviços serão prestados por empresas localizadas em outro país, mais próximas do ponto de origem, com fusos horários parecidos e mesma língua, facilitando a compreensão.

Este tipo também não é bem aplicado ao mercado brasileiro uma vez que países de língua portuguesa se situam em fusos horários muito distantes do Brasil, incapacitando esforços de contratação desses recursos.

3. Onshore outsourcing

A empresa especialista em tecnologia da informação que se responsabilizará pelos serviços de TI fica situada no mesmo país, estado ou até mesmo cidade da contratante, facilitando o contato entre as duas.

Esse é o modelo de outsourcing mais utilizado no Brasil e o que tem alcançado um maior nível de sucesso entre os adotados em terras tupiniquins. A empresa contratada tem horários de funcionamento semelhantes à contratante e encontros recorrentes podem ser realizados.

Benefícios do outsourcing

As companhias que optam por utilizar os serviços de uma empresa parceira para gestão e prestação de serviços de tecnologia da informação podem contar com uma série de vantagens. Vamos listar algumas delas.

1. Redução de custos

Ao contratar um outsourcing de TI existe a possibilidade de transferir toda a responsabilidade da tecnologia para as mãos da empresa parceira, reduzindo custos com mão de obra especializada e recursos de infraestrutura.

Uma equipe interna mais enxuta acaba consequentemente minimizando os gastos com pessoal necessários para lidar com toda a infraestrutura local, sendo possível diminuir gastos com treinamentos que deveriam ser realizados.

2. Profissionais com know-how

As empresas especializadas em outsourcing contam com os melhores profissionais do mercado, detentores de um know-how construído pela participação em diversos projetos de TI nas organizações com atuação em diferentes nichos de mercado.

Manter profissionais desse gabarito na equipe interna de uma empresa incorreria em grandes gastos de recursos financeiros, além da dificuldade de encontrar colaboradores especializados disponíveis no mercado para contratação.

3. Serviços sob demanda

Sua empresa pode realizar a criação e manutenção de uma grande equipe de tecnologia da informação, com dezenas de profissionais bem qualificados. Porém, em boa parte do tempo, esses colaboradores ficarão ociosos devido a falta de demanda e, caso diminua essa equipe, os que restarem podem sofrer com o excesso de trabalho.

Com o outsourcing você pode realizar a contratação de serviços para uma demanda específica, ficando livre de custos após a finalização daquela demanda, e sem sobrecarregar sua equipe interna.

4. Acesso aos melhores recursos

Manter atualizada uma infraestrutura de TI é caro e complexo e ter acesso aos melhores recursos do mercado para rodar os seu serviços pode ser uma situação difícil de alcançar.

Ao contratar um outsourcing de TI você poderá contar com os mais novos recursos de hardware e software disponíveis no mercado. O que pode se mostrar uma vantagem competitiva para a sua empresa.

5. Foco no negócio

Com uma equipe externa especializada se responsabilizando de todo o ambiente de tecnologia da informação, seus colaboradores poderão focar diretamente no negócio da empresa, sem se preocupar com os meios tecnológicos.

No desenvolvimento e realização das ações estratégicas existe uma maior disponibilidade de tempo e energia por parte da equipe interna da empresa, buscando melhores resultados.

6. Gestão compartilhada

É possível realizar todo o acompanhamento das atitudes tomadas pela empresa contratada por meio de relatórios ricos em informação. Pode-se exigir melhorias e a busca por novas tecnologias com o intuito de otimizar os processos da empresa.

Manter-se atualizado acerca do gerenciamento de TI é importante para que a empresa contratada não acabe por tomar decisões que influenciem as estratégias e que não sejam de conhecimento dos gestores do negócio.

Com as informações descritas nesse post, esperamos que você possa ter entendido as diferenças básicas entre terceirização e outsourcing de TI, além da importância da última para a eficiência de sua empresa!

Gostou desse artigo e quer ficar a par de todas as novas informações? Então nos siga no Facebook, LinkedIn, Instagram, Twitter e Youtube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *