6 razões para ter um sistema com acesso remoto de chamados de TI

É mais lucrativo, produtivo e moderno trabalhar com suporte de TI que utiliza um sistema com acesso remoto de chamados. O profissional ou empresa que opta por esse tipo de solução só tem a ganhar, pois o investimento inicial retorna rapidamente, com o aumento de produtividade e possibilidade de escalabilidade.

As empresas que não estão enxergando esse tipo de solução tendem a ficar obsoletas, perdendo performance das equipes e tendo cada vez mais dificuldade na gestão de tempo. Isso acontece porque o suporte de TI se beneficia bastante das ferramentas de atendimento remoto: o profissional que antes tinha que visitar o cliente para fazer reparos preventivos e manutenções pontuais, hoje pode antecipar e agilizar os serviços onde estiver.

Quer entender melhor as principais razões de se adotar um sistemas de chamados remoto? Este post foi feito para você, confira!

1. Ganhe em produtividade

Como vimos na introdução, o acesso remoto permite que o profissional de suporte trabalhe de forma mais otimizada, programando e automatizando processos, podendo até atender mais de um cliente ao mesmo tempo, ganhando em produtividade e a possibilidade de expandir a cartela de clientes.

Além disso, ocorre um ganho de tempo em relação aos deslocamentos que o profissional de suporte teria que fazer para visitar o cliente periodicamente.

2. Tenha mais mobilidade

Ainda falando de produtividade, com o sistema de acesso remoto, além do profissional não ter mais a necessidade de se deslocar para fazer visitas, ele poderá atender demandas dos cliente mesmo quando não tiver no ambiente de trabalho, ganhando em mobilidade e antecipação.

Dessa forma, ele aumenta a satisfação e beneficia o núcleo do negócio do cliente. O trabalho de suporte poderá ser feito de qualquer local e, dependendo da ferramenta utilizada, em múltiplos dispositivos — notebook, tablets e smartphones, por exemplo.

3. Reduza custos

O ganho de mobilidade e produtividade promove um impacto positivo enorme nos custos da empresa de TI, que poderá reduzi-los consideravelmente. Isso acontece primeiramente porque, quando se produz mais em um menor espaço de tempo, ocorre um aumento natural das receitas, visto que não será necessário fazer grandes investimentos em expansão, contratação ou infraestrutura.

Além disso, podemos colocar também nessa redução os custos que a empresa teria com deslocamentos, logística e alimentação dos profissionais de suporte, que teriam que fazer visitas constantes aos clientes.

A ferramenta de suporte remoto permitem também que o fornecedor de TI economize recursos internos, reduzindo custos fixos, como energia elétrica, água e telefone, contratando profissionais no regime home office.

Esse novo modelo de trabalho permite que a empresa trabalhe com uma estrutura mais enxuta, economizando até com espaço físico, podendo alugar um local menor e mais barato, e necessitando de menos equipamentos.

4. Abandone o modelo de trabalho reativo

Adotar um sistema de chamados remoto permitirá que o profissional de TI saia do modelo de trabalho reativo — quebra/conserta — que é completamente desalinhado com as expectativas e núcleo do negócio dos clientes.

Esse modelo é ruim tanto para o fornecedor de TI, que fica sempre preso a resolução imediata de problemas, e para o cliente, que a cada avaria tem que parar a produtividade e esperar a ação do suporte.

Além disso, o modelo reativo acaba colocando, mesmo que involuntariamente, o fornecedor de TI como a última pessoa que o cliente quer ver na frente, pois ele vai estar sempre atrelado a problemas e não a solução.

Com um sistema com acesso remoto, o fornecedor de TI, além de poder agir de forma proativa e preventiva, passa a ser enxergado como um evitador de problemas, que mantém a produtividade do cliente, e não como um resolvedor, um “apagador de incêndios”.

5. Obtenha métricas mais precisas

A análise de métricas é uma das principais aliadas dos profissionais de TI, pois, elas auxiliam na tomada de decisões, na autoavaliação e gestão. Saber os principais gargalos de um cliente agiliza o serviço e auxilia na promoção de ações preventivas, evitando perdas produtivas.

Além disso, o próprio fornecedor de TI poderá fazer uma autoanálise de seu serviço, como está o seu atendimento, se está conseguindo atingir as expectativas do cliente e responder com agilidade e eficiência os chamados.

Se algo estiver fora do padrão, o gestor de TI poderá criar planos de ação específicos, ou até mesmo, remanejar a equipe para áreas mais críticas. Em resumo, as métricas, quando bem avaliadas, promovem a otimização dos processos dos fornecedores de TI e geram ganhos reais para os seus clientes.

6. Aumente a satisfação dos clientes

Todos as razões que explicamos nos tópicos acima contribuem muito para esse último: o aumento da satisfação do cliente.

O aumento de produtividade e mobilidade, o modelo de trabalho proativo, as métricas precisas e bem avaliadas geram inúmeros reflexos positivos para aqueles que são a razão da existência das empresas fornecedoras de TI.

A prevenção que evita que a empresa do cliente tenha que parar a cada problema, perdendo em produtividade e receita. A mobilidade permite que um chamado inesperado possa ser atendido, mesmo fora de horário comercial, demonstrando preocupação direta com o núcleo do negócio do parceiro.

O método de trabalho proativo coloca o fornecedor de TI como um membro da equipe do cliente, sendo um dos garantidores da qualidade e produtividade, que geram reflexos diretos na lucratividade.

Já as métricas precisas permitem a promoção de ações pontuais, atacando diretamente os gargalos e antecipando problemas, que poderiam prejudicar a infraestrutura de TI do cliente.

Enfim, poderíamos citar inúmeros motivos para explicar como um sistemas de atendimentos de chamados pode colaborar para o aumento da satisfação dos clientes e melhorar a visão que ele terá do fornecedor de TI a longo prazo, gerando mais fidelização e indicações.

Como você pode ver, existem razões de sobra para adoção de um sistema de acesso remoto de chamados de TI. Talvez o principal deles é manter-se atualizado e competitivo em um mercado cada vez mais exigente.

Gostou do post? Então assine já a nossa newsletter e siga bem informado sobre as novidades do mundo da Tecnologia da Informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *